Uso e cobertura do solo utilizando geoprocessamento em municípios do Agreste de Pernambuco

Débora Natália Oliveira de Almeida, Leidjane Maria Maciel de Oliveira, Ana Lúcia Bezerra Candeias, Ulisses Alencar Bezerra, Antônio Celso de Sousa Leite

Resumo


As técnicas de Sensoriamento Remoto e ferramentas de geoprocessamento vem contribuindo em diversos estudos sobre o comportamento da cobertura e uso do solo, que auxilia para gestão e monitoramento ambiental. As técnicas utilizadas em imagens orbitais permitem diagnósticos que detalham sobre o dinamismo dos recursos naturais detectados na superfície terrestre. Dentre os parâmetros biofísicos existentes, neste presente trabalho destaca-se o Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) com finalidade de caracterizar a variabilidade espacial da bacia hidrográfica do Rio Capibaribe, particularmente os municípios de Caruaru e Toritama no Estado de Pernambuco, por meio de imagem do sensor TM-Landsat 5. Além disso, este trabalho utilizou-se do MAPBIOMAS versão 2.3 que é um projeto que reúne mapeamento de cobertura e uso do solo no território brasileiro. Este trabalho proporcionou avaliação da potencialidade da utilização do índice NDVI como também a operacionalização e potencialidade de ferramentas como MAPBIOMAS e suas contribuições para auxiliar em estudos de cobertura e uso do solo.

 


Palavras-chave


Landsat-5; MAPBIOMAS; NDVI;Sensoriamento remoto

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


ALLEN, R.G.; TASUMI, M.; TREZZA, R. Satellite-based energy balance for mapping evapotranspiration with internalized calibration (METRIC) - Model. Journal of Irrigation and Drainage Engineering, 133 (4), pp.380-394, 2007.

BRAGA, R.A.P; FARIAS, C.R.O; SILVA, S.R; CAVALCANTI, E.R. Gestão e Educação Socioambiental na Bacia do Rio Capibaribe. Recife: Clã, 2015.

CHANDER. G.; MARKHAM, B. L.; HELDER, D.L. Summary of current radiometric calibration coefficients for Landsat MSS, TM, ETM+, and EO-1 ALI sensors. Remote Sensing of Environment, v.113, p. 893-903, 2009.

GOMES, S. O., LIMA, V. N., CANDEIAS, A. L. B., SILVA, R. R. Uso e cobertura dos solos de Petrolândia utilizando MAPBIOMAS. Anais In: XXVII Congresso Brasileiro de Cartografia, SBC, Rio de Janeiro - RJ, p. 805-808, nov. 2017.

HUETE, A.R.; TUCKER, C.J. Investigation of soil influence in AVHRR red and near infrared vegetation index imagery. International Journal of Remote Sensing, v.12, p.1223-1242, 1991.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo demográfico 2000. Disponível em: . Acesso em: fevereiro, 2018.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo demográfico 2010. Disponível em: . Acesso em: fevereiro, 2018.

LIMA, V. N., GOMES, S. O., CANDEIAS, A. L. B., SILVA, R. R. MAPBIOMAS e uso e cobertura dos solos do município de Brejinho, Pernambuco. Anais In: XXVII Congresso Brasileiro de Cartografia, SBC, Rio de Janeiro - RJ, p. 947-951, nov. 2017.

MAPBIOMAS. Disponível em < http://mapbiomas.org>. Acesso em: Março, 2018.

MARKHAM, B.L.; BARKER, L. L. Thematic mapper bandpass solar exoatmospherical irradiances. International Journal of Remote Sensing, v.8, n.3, p. 517 – 523, (1987).

MARTÍNEZ-LÓPEZ, J.; CARREÑO, M.F; PALAZÓN-FERRANDO ,J.A.; MARTÍNEZ FERNÁNDEZ,J.; ESTEVE, M.A. Remote sensing of plant communities as a tool for assessing the condition of semiarid Mediterranean saline wetlands in agricultural catchments. International Journal of Applied Earth Observation and Geoinformation, v. 26, p. 193–204, Feb. 2014.

MAXWELL, SUSAN K E SYLVESTER, KENNETH M. Identification of “ever-cropped” land (1984-2010) using Landsat annual maximum NDVI image composites: Southwestern Kansas case study. Remote sensing of environment, v. 121, p. 186–195, 1 jun. 2012.

NOVAIS, L. R.; LIMA, A. DA C.; RODRIGUES, J. A.; COSTA, A. M. DOS S.; BORGES, E. F.; ANJOS, C. S. (2011). Análise da vegetação da Área de Preservação Ambiental de São Desidério - BA, a partir do NDVI e NDWI. Anais In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto (SBSR), INPE, pp. 1888 – 1894.

PERNAMBUCO. Plano hidroambiental da bacia hidrográfica do rio Capibaribe: Tomo I - diagnóstico hidroambiental. Volume 03/03 / Projetos Técnicos. Recife: PROJETEC – BRLI, 2010.

POLO DE MODA DO AGRESTE. Disponível em: . Acesso em: março, 2018.

PONZONI, F. J. Sensoriamento remoto no estudo da vegetação: diagnosticando a mata atlântica. São José dos Campos: INPE, 2002 8-8p, 2002.

PONZONI, F.J.; SHIMABUKURO, Y. Sensoriamento remoto no estudo da vegetação. São José dos Campos: A Silva Vieira Ed. 135 p., 2010.

ROUSE, J. W.; HAAS, R. H.; SCHELL, J. A.; DEERING, D. W. Monitoring the vernal advancement and retrogradation (green wave effect) of natural vegetation. Prog. Rep. RSC 1978-1. Remote Sensing Cent., Texas A&M Univ., College Station, 1973.

SIQUEIRA, A.E.C; OLIVEIRA, L.M.M.; GONÇALVES, E.A.P.; BEZERRA, S.T.M; GUSMÃO, A.C.V.L (2017). Caracterização da expansão urbana de Caruaru-PE utilizando sensoriamento remoto. Anais In: 9° Encontro Internacional das Águas, UNICAP.

USGS - Instituto Geológico dos Estados Unidos. Aquisição de Imagens, Disponível em: https://earthexplorer.usgs.gov/. Acesso em: janeiro, 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Débora Natália Oliveira de Almeida, Leidjane Maria Maciel de Oliveira, Ana Lúcia Bezerra Candeias, Ulisses Alencar Bezerra, Antônio Celso de Sousa Leite

ISSN: 2595-4431

 

 Revista sob Licença Creative Commons