Tanques de pedra: tecnologia social voltada a gestão hídrica

Thais Mara Souza Pereira, Mateus Silva Santiago, José Adailton Lima Silva, Débora Coelho Moura

Resumo


A escassez hídrica no semiárido brasileiro tem condicionado árduas realidades para inúmeras famílias locais. Neste sentido, tem-se, atualmente, o uso de tanques de pedra como uma tecnologia para gerir os recursos hídricos através da captação de águas de chuvas precipitadas sobre os afloramentos rochosos. Diante disso, objetivou-se analisar como se dá a gestão hídrica através do uso de tanques de pedra, e quais os benefícios sociais, econômicos e ambientais advindos desta tecnologia. Para tanto, foi realizada uma pesquisa exploratória e qualitativa no Tanque do Araçá, município de Esperança-PB. Após os estudos, observou-se que os tanques de pedra são uma tecnologia simples e que possibilita a captação e armazenamento das águas das chuvas, o que tem contribuído para a promover muitos benefícios: aumentar da oferta de água para atender às necessidades das famílias locais; baixo custo de construção e manutenção; não causa grandes impactos aos recursos naturais; contribui para reduzir a pressão sobre outros mananciais; além de atender as necessidades hídricas, especialmente nos longos período de estiagem. Por fim, concluiu-se que os tanques de pedra são uma tecnologia que pode e deve contribuir para atender as necessidades hídricas das famílias que convivem com a escassez de água no Semiárido brasileiro.


Palavras-chave


Escassez hídrica, gestão de águas, Benefícios socioeconômicos e ambientais.

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


ANDRIGHETTI, Yná. Nordeste, Mito e Realidade. São Paulo: Moderna, 2000.

BRASIL/MIN. Ministério da Integração Nacional. Nova delimitação do Semiárido Brasileiro. Brasília-DF: 2005.

BRASIL. Portaria 2914 de dezembro de 2014. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Ministério da Saúde. Vigilância e controle da qualidade da água para consumo humano. Brasília, DF, 2011. 213p.

FREITAS, J. P. da; NETO, M. F. da S.; FREITAS, F. E. de; LINHARES, E. J.; MEDEIROS, M. C. S. Análise do uso e ocupação do solo no Assentamento Santo Antônio no município de Cajazeiras- PB. Revista Eletrônica do Curso de Geografia-Geoambiente On line, Campus Jataí-UFG/GO, nº 18, Jan/Jun, 2012.

FREITAS, V. P. S. Padrão físico-químico da água de abastecimento público da região de Campinas. Revista Instituto Adolfo Lutz, Campinas, v.61, n.1, p.51- 58, 2002.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia Estatística. Censo demográfico e malha digital dos Municípios do Brasil. Rio de Janeiro-RJ, 2010.

FRANCISCO, P.R.M.; PEREIRA, F.C.; BANDEIRA, M.M.; MEDEIROS, R.M.; SILVA, M.J.; SILVA, J.V.N. 2013. Mapeamento pedoclimático da cultura da mamona no Estado da Paraíba. Revista de Geografia, V. 30, 132-145.

LIMEIRA, E. A. Influência dos fenômenos acoplados oceano-atmosfera sobre os Vórtices Ciclônicos de altos níveis observados no Nordeste do Brasil. Tese (Doutorado em Meteorologia), 2014 – Universidade Federal de Campina Grande, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais. Campina Grande, 2014.

SILVA, D. L. O direito sanitário e a água para consumo humano. 2004, 24f. Monografia (Especialização em Direito Sanitário), 20014, Fundação Oswaldo Cruz, Brasília, 2004.

PEREIRA, Thaís Mara Souza; SILVA; LIMA, José Adailton. Atuação do Poder Público na Gestão Hídrica: Estudo de caso no tanque do Araçá, Esperança-PB. Anais. In: II Workshop Internacional sobre àgua no Semiárido, Campina Grande- Novembro de 2015.

PEREIRA, M. L. T; SOARES, M. P. A; SILVA, E. A. MONTENEGRO, A. A. A., SOUZA, W. M. Variabilidade climática no Agreste de Pernambuco e os desastres decorrentes dos extremos climáticos. Journal of Environmental Analysis and Progress, V. 02 N. 04) 394-402. (2017).

CARVALHO, C. P. O. Manuel Correia de Andrade e a Economia Política do Nordeste. Revista Econ. NE, Fortaleza, v. 45, n. 2, p. 6-16, abril/jun., 2014.

SILVA, V.P.R.; CORREIA, A.A.; COELHO, M.S. Análise de tendência das séries de precipitação pluvial do Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.2, n.1, p.111-114. 1998.

SILVA, C. M. S. E.; LÚCIO, P. S.; CONSTANTINO, M. H. Distribuição Espacial da Precipitação sobre o Rio Grande do Norte: Estimativas via Satélites e medidas por Pluviômetros. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 27, n. 3, p. 337-346. 2012.

SILVA, J.A.L.; MEDEIROS. M.C.S.; CABRAL, L.C.; PEREIRA, T.M.S; LIMA, V.L.A. Gestão hídrica a partir da captação das águas de chuvas em tanques de pedra. Anais. In: II Workshop Internacional sobre Água no Semiárido. Universidade Federal de Cmpina Grande, Campina Grande-PB, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Thais Mara Souza Pereira, Mateus Silva Santiago, José Adailton Lima Silva, Débora Coelho Moura

ISSN: 2595-4431

 

 Revista sob Licença Creative Commons