Análise da produção pesqueira industrial no município de Itajaí, Santa Catarina (Brasil) a partir dos anos 2000

Gabriéla Ramalho Sousa, Thales de Almeida Cruz, Marielce de Cássia Ribeiro Tosta

Resumo


A ausência de dados estatísticos para monitoramento da produção pesqueira industrial no Brasil dificulta o processo de análise dos pescados para garantir a sustentabilidade destes. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi realizar uma análise sobre a pesca industrial no município de Itajaí, Santa Catarina, por meio do levantamento da produção pesqueira na região a partir dos anos 2000, com base nos Boletins Estatísticos da Pesca do estado catarinense. O estado brasileiro situado ao sul do país, destacou-se no cenário nacional como um dos maiores produtores de pescado por possuir um complexo industrial pesqueiro de grandes dimensões e uma numerosa e diversificada frota de embarcações. Os dados obtidos dos boletins foram armazenados em um banco de dados do software Microsoft Office Excel, de forma a auxiliar as análises dos autores e, consequentemente, na obtenção dos resultados. Desse modo, verificou-se crescimento de 90% na produção de pescado pelas frotas industriais no intervalo monitorado, no entanto, as quantidades desembarcadas apontaram oscilações ao longo do tempo, das quais para os períodos de declínios a literatura disponível apontou sobrepesca para várias espécies de cações, e redução na abundância populacional do pescado camarão sete-barbas. No que tange aos períodos de crescimento, a literatura indicou a importância da sustentabilidade para pesca de espécies com destaque comercial, como a sardinha-verdadeira. Assim, sem a continuidade de estudos semelhantes aos dos Boletins, a margem para pôr em risco a sustentabilidade da pesca no país é facilitada, podendo ocasionar o desaparecimento e/ou extinção de espécies marítimas, ou seja, a sobrepesca.


Palavras-chave


Pesca industrial, Santa Catarina, Município de Itajaí.

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


Agência Brasil (2019). WWF: sobrepesca e falta de gestão são desafios para setor pesqueiro. Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-04/wwf-sobrepesca-e-falta-de-gestao-sao-desafios-para-setor-pesqueiro. Acesso em: 29/11/2019.

Andrade, H. A. (1998). Estrutura do Setor Industrial Pesqueiro no estado de Santa Catarina. Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology. 2(1), 17-27.

Bail, G. C.; Branco, J. O. (2007). Pesca artesanal do camarão sete-barbas: uma caracterização sócio-econômica na Penha, SC. Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology. 11(2), 25-32.

Cepsul (2012). Artes de pesca. Disponível em: 2http://www.icmbio.gov.br/cepsul/artes-de-pesca.html. Acesso em: 02/11/2019.

Gerhardt, T.; Silveira, D. T. (2009). Métodos de pesquisa (1a ed.). Porto Alegre: Editora da UFRGS.

Governo de Santa Catarina (2013). Santa Catarina - Perfil Econômico, Financeiro e Social. Boletim informativo 1° semestre de 2013.

IBAMA/CEPSUL - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis/Centro de Pesquisa e Gestão de Recursos Pesqueiros do Litoral Sudeste Sul (2006). Relatório da reunião técnica sobre a pesca de emalhe no litoral brasileiro. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/cepsul/images/stories/biblioteca/download/relatorio_de_ordenamento/pesca_de_emalhe/rel_2006_emalhe.pdf. Acesso em: 15/12/2019.

ICMBio - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (2016). Avaliação do risco de extinção dos crustáceos no Brasil: 2010-2014. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/cepsul/images/stories/biblioteca/download/trabalhos_tecnicos/pub_2016_avaliacao_crustaceos_2010_2014.pdf. Acesso em: 04/10/2019.

ICMBio - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (2016). Sumário Executivo do Plano de Ação Nacional para a conservação dos Tubarões e Raias Marinhos Ameaçados de Extinção. Brasília. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/docs-plano-de-acao/pan-tubaroes/Sumario-pan-tubaroes-raias-site.pdf. Acesso em: 18/06/2019.

Isaac, V. J., Martins, A. S., Haimovici, M., & Andriguetto-Filho, J. M. (2006) A pesca marinha e estuarina do Brasil no início do século XXI: recursos, tecnologias, aspectos socioeconômicos e institucionais. Belém, PA. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/305496759_A_pesca_marinha_e_estuarina_do_Brasil_no_inicio_do_seculo_XXI_Recursos_tecnologias_aspectos_socioeconomicos_e_institucionais. Acesso em: 02/12/2019.

LAPMAR - Laboratório de Piscicultura Marinha (2009). Projeto Isca Viva. Disponível em: https://lapmar.ufsc.br/projetos/de-pesquisa/projeto-isca-viva/. Acesso em: 15/12/2019.

MAPA - Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento (2019). Pesca no Brasil. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/aquicultura-e-pesca/pesca-no-brasil. Acesso em: 02/06/2019.

MPF - Ministério Público Federal (2017). Pesca artesanal legal: pescador da região Sul/Sudeste: conheça seus direitos e deveres. Disponível em: http://www.mpf.mp.br/atuacao-tematica/ccr6/documentos-e-publicacoes/artigos/docs_artigos/008_17_cartilha_pesca_legal_publicacao_biblioteca_digital-compressed11.pdf. Acesso em: 04/10/2019.

NSC Total (2014). Pesca industrial alcança resultado recorde em Santa Catarina. Disponível em:https://www.nsctotal.com.br/noticias/pesca-industrial-alcanca-resultado-recorde-em-santa-catarina. Acesso em: 06/12/2019.

Oceana (2015). O que significa gerenciar uma pescaria e por que isso é tão importante?. Disponível em: https://brasil.oceana.org/pt-br/blog/o-que-significa-gerenciar-uma-pescaria-e-por-que-isso-e-tao-importante. Acesso em: 02/06/2019.

Oceana (2016). A temporada de pesca da sardinha, a maior pescaria do Brasil, abre sem monitoramento oficial. Brasília. Disponível em: https://brasil.oceana.org/pt-br/imprensa/comunicados-a-imprensa/temporada-de-pesca-da-sardinha-maior-pescaria-do-brasil-abre-sem. Acesso em: 03/12/2019.

Postuma, F. A. (2010). Biologia pesqueira da lula Loligo plei capturada na ilha de São Sebastião (SP) e dinâmica da atividade pesqueira associada. Dissertação de mestrado, Programa de pós-graduação em aquicultura e pesca, São Paulo, SP, Brasil.

Prefeitura de Itajaí (2019). Itajaí, entre o Rio e o mar. Disponível em: https://itajai.sc.gov.br/c/a-cidade#.XUHvt-hKjDc. Acesso em: 19/07/2019.

Programa REVIZEE - Programa de Avaliação do Potencial Sustentável de Recursos Vivos na Zona

Econômica Exclusiva (2006). Avaliação do Potencial sustentável de recursos vivos na Zona Econômica Exclusiva do Brasil: Relatório Executivo. Brasília. Disponível em: http://www.mma.gov.br/estruturas/revizee/_arquivos/rel_executivo_revizee.pdf. Acesso em: 16/12/2019.

Rodrigues, J. M. (2014). Estudo de implementação de terminal pesqueiro em Itajaí–Santa Catarina. Dissertação de monografia, Escola Nacional de Administração Pública - ENAP, Distrito Federal, Brasília, Brasil.

Schramm, F. P. (2014). Isca Sustentável. Ciência Hoje. Paraná. Disponível em: http://cienciahoje.org.br/isca-sustentavel/. Acesso em: 15/12/2019.

Seafood Brasil (2019). Breve relato da evolução da frota pesqueira na região de Itajaí. Disponível em: http://seafoodbrasil.com.br/breve-relato-da-evolucao-da-frota-pesqueira-na-regiao-de-itajai. Acesso em: 01/12/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2001). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2000. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2002). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2001. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2003). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2002. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2004). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2003. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2006). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2004. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2007). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2005. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2007). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2006. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2008). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2007. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2009). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2008. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2010). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2009. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2011). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2010. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2013). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2011. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

UNIVALI/CTTMar - Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Tecnológicas da Terra e do Mar (2013). Boletim estatístico da pesca industrial de Santa Catarina - 2012. Itajaí, Santa Catarina. Disponível em: http://pmap-sc.acad.univali.br/sistema.html?id=597b9266d8597d4a00e6f9c4. Acesso em: 03/06/2019.

Viana, J. P. (2013). Recursos pesqueiros do Brasil: situação dos estoques, da gestão e sugestões para o futuro. Boletim regional, urbano e ambiental. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/5583/1/BRU_n07_recursos.pdf. Acesso em: 16/12/2019.

Vieira, M. (2008). Panorama da Pesca Industrial no Brasil com ênfase em Santa Catarina. Dissertação de Monografia, Universidade do vale do Itajaí, Itajaí, SC, Brasil.

WWF - Brasil (2019). Guia de consumo responsável de pescado: Brasil. São Paulo. Disponível em: https://d335luupugsy2.cloudfront.net/cms/files/51804/1557868803GUIA_WEB.pdf. Acesso em: 16/12/2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Thales de Almeida Cruz

ISSN: 2595-4431

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn