A influência da implantação do parque eólico sobre a economia na Região Agreste de Pernambuco

Áurea Nascimento de Siqueira Mesquita, Rita de Cássia da Silva, Angélica Pimentel Ferreira da Silva, Williams Nascimento de Siqueira

Resumo


Os impactos negativos ao meio ambiente têm proporcionados, um novo repensar voltado para os recursos naturais renováveis. Devido os problemas ambientais ocasionados por energias altamente poluidoras, devido às emissões de gases e efeito estufa que consequentemente prejudica o planeta terra. No Brasil, a busca por fontes alternativas de energia apresenta como soluções para reduzir os impactos pela produção de energia não renovável. No Brasil, vem se destacando com a produção de energia eólica demonstrando a competitividade com os sistemas convencionais, especificamente, no nordeste brasileiro destaca-se a produção de energia eólica trazendo grandes benefícios econômicos na produção de energia limpa. Portanto, o trabalho tem como finalidade apresentar a importância dos parques eólicos no município de Caetés no Estado de Pernambuco e sua importância para economia local, contribuindo para a amenização dos impactos ambientais e a produção de uma energia limpa e altamente renovável. Foram realizadas amplas pesquisas de gabinete para analisar as diversas temáticas sobre o uso da energia eólica e dar fundamento a temática. Contudo, o trabalho é de suma importância para compreensão acerca do crescimento econômico de forma sustentável no município de Caetés-PE.

Palavras-chave


Caetés; Energia Renovável; Economia; Parque Eólico

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO. Inauguração do Parque Eólico São Clemente, Casa dos Ventos. 2016. Disponível em: < http://www.pe.gov.br/imprensa/agenda/2016/05/30/inauguracao-do-parque-eolico-sao- clemente-casa-dos-ventos/ >. Acesso em: 11 dez. 2017.

_________. Energia eólica avança no Agreste pernambucano. Disponível em:

> Acesso em: 10 dez.2017.

JORNAL DO COMÉRCIO ONLINE. Agreste terá parque eólico. Disponível em acesso em: 22 jan. 2017.

MARTINS, F. R.; GUARNIERI, R. A.; PEREIRA, E. B. O aproveitamento da energia eólica. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 30, n. 1, p.1304-1 a 1304-13, 200

MEIRELES, A. J. A.. Impactos ambientais promovidos pela implantação e operação de usinas eólicas em áreas de preservação permanente (APP’s) – Os campos de dunas fixas e móveis da planície costeira do Cumbe, município de Aracati, 2008. Disponível em:. Acesso em: 02. Dez. 2016.

MMA – MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Pesquisa Sobre Licenciamento Ambiental De Parques Eólicos, 2011. Disponível em: Acesso em: 10 dez. 2011.

PORTAL DE ENERGIA RENOVÁVEL. Cresesb. Energia Eólica Princípios e Tecnologias. 2008 Disponível em: Acesso em: 09 Jan. 2017.

PORTAL G1 DA GLOBO. Complexo com oito parques eólicos começa a funcionar no Agreste de PE. Disponível em: Acesso em: 03 jan.2016.

SANTOS, A.N.G. A Energia Eólica no litoral do NE no Brasil Desconstruindo a "sustentabilidade" para promover "justiça ambiental". Disponível em: < https://br.boell.org/sites/default/files/a_energia_eolica_no_litoral_do_ne_alice_santos_boll

_brasil2.pdf> Acesso em: 15 Jan. 2017

CIÊNCIA ATUAL. Um Estudo Sobre a Energia Eólica no Brasil. Ciência Atual: Revista Científica Multidisciplinar das Faculdades São José, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p.01-13, jan. 2015. Semestral. Disponível em:. Acesso em: 03 dez. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Áurea Nascimento de Siqueira Mesquita, Rita de Cássia da Silva, Angélica Pimentel Ferreira da Silva, Williams Nascimento de Siqueira

ISSN: 2595-4431

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn