Análise quali-quantitativa da arborização da avenida Getúlio Lustosa Nogueira, Cristalândia - Piauí (Brasil)

Maria Raimunda Gonçalveis de Oliveira, Valtéria Lopes Cavalcante Castro, Crislayne França Vieira, Charles Araújo Maciel, Lizandro Pereira de Abreu

Resumo


As árvores podem desempenhar diversas funções no ambiente urbano, dentre elas é possível citar a amenização da temperatura e controle da umidade atmosférica - atuando na melhoria do microclima -, facilita a interação do homem com o ambiente, serve como corredor ecológico animais, torna o local mais agradável aos olhos, contribuindo ainda com a criação e manutenção de espécies através do fornecimento de abrigo e habitats. Entretanto, por vezes os vegetais são implantados de forma arbitrária, sem a devida adequação da espécie ao local implantado, trazendo assim, inúmeros problemas à sociedade e aos equipamentos urbanos. Nessa perspectiva, foi realizado o levantamento quali-quantitativo dos vegetais que compõem a arborização da avenida Getúlio Lustosa Nogueira, localizada no município de Cristalândia, extremo Sul do Piauí. O inventário foi realizado a partir da elaboração e posterior preenchimento de planilhas de campo (localização, aspectos fitossanitários, podas, injúrias mecânicas, influência no tráfego de veículos e pedestres), bem como o levantamento bibliográfico para a identificação dos vegetais a partir de suas características biológicas. Pôde-se perceber que a avenida contém uma arborização que proporciona sombreamento para os transeuntes, além de servir para abrigo da fauna urbana, entretanto foram identificados conflitos com equipamentos urbanos, como redes elétricas e passeios, sugerindo que os vegetais ainda necessitam de adequações como podas ou aumento da área do canteiro, a fim de minimizar as discordâncias existentes.

 

DOI: https://doi.org/10.5281/zenodo.3524799


Palavras-chave


verde viário; arborização urbana; incompatibilidade arbórea

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFICA ESTATÍSTICA (IBGE),2015. Censo demográfico do município de Cristalândia do Piauí. Disponível em: acesso em: 21/12/2018

IBIAPINA, J.S. et al. Análise quali-quantitativa da arborização da Avenida Santos Dumont, Teresina-PI. In: congresso de pesquisa e inovação da rede norte nordeste de educação tecnológica, II., 2007, Paraíba. Artigo...Paraíba: CONNEPI, 2007. Disponível em:< https://www.sigaa.ufpi.br/sigaa >. Acesso em: 23 dez. 2018.

MARCULINO, A. et al. Levantamento quali-quantitativo da arborização do Parque Potycabana, Teresina-PI. In: congresso norte-nordeste de pesquisa e inovação, V., 2010, Alagoas. Artigo...Alagoas: CONNEPI, 2010. Disponível em: . Acesso em: 23 dez. 2018.

RABER, A.P. & REBELATO, G.S. Arborização viária do município de Colorado, RS-Brasil: Análise quali-quantitativa. REVSBAU, Piracicaba- SP, v.5, n1, p.183-199,2010. Disponível em:. Acesso em: 23 dez. 2018.

Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: . Acesso em: 01 jan. 2019.

Disponível em: . Acesso em 01 jan. 2019.

Disponível em: . Acesso em: 01 jan. 2019.

ROCHA,R.T; LELES,P.S.S; NETO,S.N.O. Arborização de vias públicas em Nova Iguaçu, RJ: o caso dos bairros Rancho Novo e centro. Revista árvore, v.28, agosto, 2004. Disponível em: https://www.scielo.br//. Acesso em: 23 ago. 2019.

SILVA, A.G; CARDOSO. A.L e RAPHAEL, M. diagnóstico_ quali-quantitativo _da _arborização_ viária_ da_ cidade de_ jerônimo_ monteiro, Espírito Santo. enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.8, N.14; p. 2012. Disponível em: http://www.conhecer.org.br/enciclop/2012a/ambientais/diagnostico%20quali%20quantitativo.pdf. Acesso em 30 mai.2019.

OSAKO, L.K; TAKENAKA. E, M.M e SILVA, P.A. arborizacao urbana e a importancia do planejamento ambiental atraves de politicas publicas, São Paulo. revista cientifica, São Paulo, v.9, n.14.,2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/312018180. Acesso em 30 mai .2019.

MOURA, A.T. & SANTOS, V.L.L.V. levantamento quali-quantitativa de espécies arbóreas e arbustivas_ na arborização viária urbana dos bairros centro e centro norte, várzea grande, mato grosso, brasil.revsbau, Piracicaba – SP, v.1, n.1, p.97-117, 2009. Disponível em: http://silvaurba.esalq.usp.br/revsbau/artigos_cientificos/artigo74-versao_publicacao.pdf. Acesso em 30 mai 2019.

BRANDÃO, I.M, et al. análise quali-quantitativa da arborização urbana do município de são joão evangelista-mg, revsbau, Piracicaba – SP, v.6, n.4, p.158-174, 2011. Disponível em: http://silvaurba.esalq.usp.br/revsbau/artigos_cientificos/artigo188-publicacao.pdf. Acesso em 30 mai 2.019.

MOREIRA,G.L., et al. Diagnóstico quali-quantitativo da arborização de praças públicas na cidade de Planalto, BA, ACSA, Patos-PB, v.14, n.2, p.168-174, Abril-Junho, 2018. Disponível em: http://revistas.ufcg.edu.br/acsa/index.php/ACSA/article/view/1019/pdf. Acesso em 30 mai. 2019.

Localização da avenida. Disponível em:< https://www.googleheart.com.br>.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Maria Raimunda Gonçalveis de Oliveira, Valtéria Lopes Cavalcante Castro, Crislayne França Vieira, Charles Araújo Maciel, Lizandro Pereira de Abreu

ISSN: 2595-4431

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn