Diversidade e reconhecimento das macroalgas bentônicas localizadas na Praia dos Carneiros - Tamandaré (Brasil)

Antonio Victor Melo Trindade, Maria Alice Barbosa Machado de Souza, Priscila Ferreira de Melo, Reginaldo Lourenço Pereira Júnior, Goretti Sônia da Silva

Resumo


Tamandaré é um município do litoral Sul do Estado de Pernambuco que fica a 110 km de Recife. Macroalgas são organismos fotossintetizantes que atuam principalmente no controle do CO2 e são bioindicadores de qualidade ambiental para avaliar uma praia ou região litorânea que possui alguma atividade antrópica. Desta forma, a finalidade deste artigo foi a avaliar a distribuição dos indivíduos ficológicos localizados na Praia dos Carneiros (PE-Brasil) durante o período de dezembro de 2017.  Utilizando de coletas in loco e identificações em laboratório, foram detectadas 32 espécies, separadas em Chlorophyta, Phaeophyta e Rhodophyta e a partir delas foi possível informar que a Praia dos Carneiros é rica em biodiversidade de espécies e possui uma qualidade de água bastante considerável. Mesmo por apresentar uma atividade antrópica como o turismo, a Praia dos Carneiros disponibiliza uma grande variedade de organismos nos quais podem ser consideradas bioindicadores de qualidades ambientais, mostrando também a interação das macroalgas com outros organismos marinhos.


Palavras-chave


Algas, Bioindicadores, Praia dos Carneiros.

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


ARAÚJO, Patrícia Guimarães. Avaliação do potencial invasor de Kappaphycus alvarezii (Rhodophyta, Gigartinales) no litoral da Paraíba, Brasil. 2013.

BARROS, G. Estrutura e composição da malacofauna associada à macroalgas em um ambiente recifalneotropical. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas), 2015. Campina Grande, Universidade Estadual da Paraíba, 40 p., 2015.

BARROS, N.C.G. Algas marinhas bentônicas como bioindicadoras da qualidade ambiental em área recifal de Tamandaré, Pernambuco, Brasil. Tese (Doutorado em Oceanografia), 2013. Recife, Universidade Federal de Pernambuco, 117 p., 2013.

BOROWITZKA, M.A. Intertidal algal species diversity and the effect of pollution. Australian Journal of Marine and Freshwater Research. 23, 73-84, 1972.

BRAYNER, S.G. Taxonomia e distribuição do gênero Caulerpa Lamouroux (Bryopsidales - Chlorophyta) no litoral de Pernambuco. 2007. Dissertação (Mestrado em Botânica), Recife, Universidade Federal Rural de Pernambuco, 58 p., 2007.

CAMARGO, J.M.R.; ARAUJO, T.C.M.; MAIDA, M.; USHIZIMA, T.M. Morfologia da plataforma continental interna adjacente ao município de Tamandaré, sul de Pernambuco-Brasil. Revista brasileira de Geofísica, 25, 79-89, 2007.

CPRH – AGÊNCIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS. Diagnóstico Socioambiental do Litoral Sul de Pernambuco. Recife: CPRH, 2003. 87 p.

DE JESUS, P.B.; MACHADO, G.E.M.; DE AZEREDO MUNIZ, R. Macroalgas marinhas como indicadores de impactos ambientais em Itacoatiara, Niterói, RJ: subsídios para futuros programas de monitoramento ambiental. Caderno de Estudos Geoambientais-CADEGEO, v. 4, n. 1, 2014.

DE PAULA, E.J.; PLASTINO, E.M.; OLIVEIRA, E.C.; BERCHEZ, F.; CHOW, F.; OLIVEIRA, M.C. Introdução à biologia das criptógamas. São Paulo: Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo. 184 p., 2007.

DE SOUSA, G.S.; COCENTINO, A.L.M. Macroalgas como Indicadoras da Qualidade Ambiental da Praia de Piedade–PE. Tropical Oceanography, 32, 1, 1-22, 2004.

FIGUEIREDO, M.A.O.; HORTA, P.A.; PEDRINI, A.G.; NUNES, J.M.C. Benthic algae of the coral reefs of Brazil: a literature review. Oecol. Brasil., 12,258-269, 2008.

FRANÇA, J.M.C.; HUE, S. Piratas no Brasil: As incríveis histórias dos ladrões dos mares que pilharam nosso litoral. São Paulo: Globo Livros, 2014.

GOULART, M. D.; CALLISTO, M., Bioindicadores de Qualidade de Água como Ferramenta em Estudos de Impacto Ambiental, Revista da FAPAM 2.1, p. 153-164, 2003.

GUIRY, M.D; GUIRY, G.M. AlgaeBase. World-wide electronic publication, National University of Ireland, Galway. Disponível em: < http://www.algaebase.org/>. Acesso em: março/2018. 2018

HORTA, P. A. AMANCIO, E.; COIMBRA, C.S.; OLIVEIRA, E. C. Considerações sobre a distribuição e origem da flora de macroalgas marinhas brasileiras. Hoehnea, 28, 3, 243-265, 2001.

MAMEDE, N. M. G. Relações ecológicas entre ouriços-do-mar e os seus predadores e presas no sudoeste de Portugal continental. 2014. Dissertação de Mestrado. Universidade de Évora.

MARINHA, DO BRASIL. Diretoria de Hidrografia e Navegação. Carta Náuticas, 2013.

MARKERT, B. Plant as biomonitors-Indicators for heavy metals in the terrestrial environment. Weinheim, Germany.: VCH Verlagsgesellschaft mbH, 1993.

MARMITT, D.J.; FREITAS, E.M.; MARCZINSKI, F.; FLESH, A.; BLASI, E.A.R. Avaliação quali-quantitativa de algas marinhas macrófitas ocorrentes na Praia da Vigia, Garopaba/SC. Revista CEPSUL-Biodiversidade e Conservação Marinha, 4, 1, 5-15, 2015.

PEDRINI, A. de G. Macroalgas: Uma introdução a taxonomia. p. 3-10, 54, 2010.

PEREIRA, S. M. B.; CARVALHO, M. F. O.; ANJEIRAS, J. A. P.; PEDROSA, E. B.; OLIVEIRA, N. M. B. TORRES, J.; GESTINARI, L. M. S.; COCENTINO, A. L. M.; SANTOS, M. D.; NASCIMENTO, P. R. F.; CAVALCANTI, D. R. Algas marinhas bentônicas do Estado de Pernambuco. In: TABARELLI, M.; SILVA, J. M. C. (Ed.). Diagnóstico da Biodiversidade de Pernambuco. Recife: Ed. Massagana, Sectima. p.97 - 124. 2002.

RAVEN, P. H.; EVERT, R. F.; EICHHORN, S. E. Biologia vegetal. 7ª. Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007.

SANTOS, A.A.; COCENTINO, A.M.M.; REIS, T.N.V. Macroalgas como indicadoras da qualidade ambiental da Praia de Boa Viagem–Pernambuco, Brasil. Boletim Técnico-Científico do CEPENE, 14, 2, 25-33, 2006

VASCONCELOS, R.T.P.P. Índice de distúrbio ambiental (IDA) através das macroalgas marinhas bentônicas dos recifes areníticos de Pernambuco. Dissertação (Mestrado em Oceanografia), 2012. Recife, Universidade Federal de Pernambuco, 60 p., 2012.

VIDOTTI, E.C.; ROLLEMBERG, M.C.E. Algas: da economia nos ambientes aquáticos à bioremediação e à química analítica. Química nova, 27, 1, 139-145, 2004.


Apontamentos



Direitos autorais 2018 Antonio Victor Melo Trindade, Maria Alice Barbosa Machado de Souza, Priscila Ferreira de Melo, Reginaldo Lourenço Pereira Júnior, Goretti Sônia da Silva

ISSN: 2595-4431

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn