Mapeamento e análise da erosividade da chuva na sub-bacia do Alto Paraíba (Paraíba)

Paulo Roberto Megna Francisco, Rayna Kelly da Silva, George do Nascimento Ribeiro, Paulo da Costa Medeiros, Ana Mary da Silva, Layane Carmem Arruda da Rocha

Resumo


A erosão hídrica é um dos fenômenos mais danosos ao solo e às atividades humanas, em especial as atividades agrícolas. Este trabalho objetivou analisar a erosividade da chuva na sub-bacia do Alto Paraíba, por meio de geotecnologias. Utilizou-se dados de precipitação de 103 anos de observação entre 1911 e 2014. Na classificação da erosividade foram consideradas chuvas erosivas igual ou superior a 10mm, ou igual ou superior a 6mm em um período máximo de 15 minutos. Para o cálculo do fator R foi utilizado a média mensal e a média anual. Foi utilizado o programa Surfer® 11 para a distribuição da erosividade e elaboração dos mapas através do método da krigagem. Identificou-se que a distribuição média anual do fator erosividade da chuva foi de 3.477,57 mm.ha-1.ano-1; e o desvio padrão do parâmetro erosividade, EI30 médio mensal, apresentou valor de 639,96 mm.ha-1.ano-1, e o coeficiente de variância apresentou valor de 0,184. A região a noroeste da bacia foi a que ocorreu a maior Erosividade. Os meses de março e abril apresentaram o maior potencial de perdas devido a erosividade.


Palavras-chave


Geotecnologias, Krigagem, Erosão hídrica

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


AESA. Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba. Disponível em: http://www.aesa.pb.gov.br/. Acesso em: 12 de outubro de 2020.

Albuquerque, A. W., Lombardi Neto, F., Srinivasan, V. S., & Santos, J. R. (2002). Manejo da cobertura do solo e de práticas conservacionistas nas perdas de solo e água em Sumé, PB. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 6(1), 136-141.

Albuquerque, A. W., Moura Filho, G., Santos, J. R., Costa, J. P. V., & Souza, J. L. (2005). Determinação de fatores da Equação Universal de Perda de Solo nas condições de Sumé, PB. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 9(2), 180-188.

Alves, T. L. B., & Azevedo, P. V. de. (2013). Estimativa da erosividade das chuvas na bacia do riacho Namorado, no município de São João do Cariri (PB). Ambiência Guarapuava, 9(1), 3-23.

Amaral, B. S. D. do, Dantas, J. C., Silva, R. M. da, & Carvalho Neto, J. F. de. (2014). Variabilidade espacial da erosividade das chuvas no Estado da Paraíba. Revista Brasileira de Geografia Física, 7(4), 691-701.

Amorim, R. S. S., Silva, D. D., Pruski, F. F., & Matos, A. T. (2010). Avaliação do desempenho dos modelos de predição da erosão hídrica USLE, RUSLE e WEPP para diferentes condições edafoclimáticas do Brasil. Engenharia Agrícola, 30, 1046-1049.

Araújo, L. E., Becker, C. T., & Pontes, A. L. (2003). Periodicidade da precipitação pluviométrica no estado da Paraíba. Anais do Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, Santa Maria, Brasil, 13.

Ashiagbor, G., Forkuo, E. K., Laari, P., & Aabeyir, R. (2013). Modeling Soil Erosion using RUSLE and GIS tools. International Journal of Remote Sensing & Geoscience, 2, 7-17.

Barros, E. N. S., Viola, M. R., Rodrigues, J. A. M., Mello, C. R., Avanzi, J. C., & Giongo, M. (2018). Modelagem da erosão hídrica nas bacias hidrográficas dos rios Lontra e Manoel Alves Pequeno, Tocantins. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, 13, e5509.

Belasri, A., & Lakhouili, A. (2016). Estimation of soil erosion risk Using the Universal Soil Loss Equation (USLE) and geo-information technology in Oued el Makhazine watershed, Morocco. Journal of Geographic Information System, 8(1), 98-107.

Bertoni, J., & Lombardi Neto, F. (2010). Conservação do solo (7a ed.). São Paulo: Ícone.

Bertol, I., & Miquelluti, D. J. (1993). Perdas de solo, água e nutrientes reduzidas pela cultura do milho. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 28(10), 1205-1213.

Campos, M. C. C., & Queiroz, S. B. (2006). Reclassificação dos perfis descritos no levantamento exploratório-reconhecimento de solos do estado da Paraíba. Revista de Biologia e Ciências da Terra, 6(1), 45-50.

Cassol, E. A., Martins, D., Eltz, F. L. F., Lima, V. S. de, & Bueno, A. C. (2007). Erosividade e padrões hidrológicos das chuvas de Ijuí (RS) no período de 1963 a 1993. Revista Brasileira de Agrometeorologia, 15(3), 220-231.

Cogo, N. P. (1988). Conceitos e princípios envolvidos no manejo de solo para fins de controle da erosão hídrica. Anais do Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, Campinas, Brasil, 21.

Dechen, S. C. F., Telles, T. S., Guimarães, M. F., & Maria, I. C. (2015). Perdas e custos associados à erosão hídrica em função de taxas de cobertura do solo. Bragantia, 74, 224-233.

Farias, P. C. B. (2017). Análise da dinâmica da cobertura vegetal do município de Sumé - PB, com a utilização de geotecnologias e com base nas variações climáticas. Trabalho de Conclusão de Curso, Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido, Universidade Federal de Campina Grande, Sumé, PB, Brasil.

Francisco, P. R. M. (2010). Classificação e mapeamento das terras para mecanização do Estado da Paraíba utilizando sistemas de informações geográficas. Dissertação (Manejo de Solo e Água), Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Paraíba, Areia, PB, Brasil.

Francisco, P. R. M., Chaves, I. de B., Lima, E. R. V. de, & Santos, D. (2014). Tecnologia da geoinformação aplicada no mapeamento das terras à mecanização agrícola. Revista Educação Agrícola Superior, 29(1), 45-51.

Francisco, P. R. M., Chaves, I. de B., Oliveira, F. P. de, Santos, D., & Barreto, H. T. S. (2019). Vulnerabilidade dos solos à desertificação na bacia do Alto Rio Paraíba. Anais do Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia, Palmas, Brasil, 6.

Francisco, P. R. M., Pedroza, J. P., Bandeira, M. M., Silva, L. L. da, Santos, D. (2016). Mapeamento da insolação do estado da Paraíba utilizando krigagem. Revista de Geografia, 33(1), 248-262.

Guerra, A, J. T., Silva, A. S., Botelho, R. G. M. (2010). Erosão e conservação dos solos: Conceitos, temas e aplicações.( 6ª Ed.). Rio de Janeiro: Bertrand Brasil Ltda.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2009). Disponível em: http://www.ibge.gov.br. Acesso em: 12 março de 2011.

Jakob, A. A. E. (2002). A krigagem como método de análise de dados demográficos. Anais do Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais, Ouro Preto, Brasil, 13.

Kinnell, P. I. A. (2010). Event soil loss, runoff and the Universal Soil Loss Equation family of models: A review. Journal of Hydrology, 385(1), 384-397.

Lacerda, A. V. de. (2003). A semi-aridez e a gestão em bacias hidrográficas: visões e trilhas de um divisor de ideias. João Pessoa: UFPB.

Lombardi Neto, F., & Moldenhauer, W. C. (1992). Rainfall erosivity - its distribution and relationship with soil loss at Campinas, state of São Paulo, Brazil. Bragantia, 51, 189–196.

Lopes, P. R. C., & Brito, L. T. L. (1993). Erosividade da chuva no médio São Francisco. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 17(1), 129-133.

Mahilum, B. C. (2004). Basic soil science and concepts in tropical soils. Honokaa: Trop Ag Hawaii.

Miranda, J. I. (2005). Fundamentos de Sistemas de Informações Geográficas. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica.

Medeiros, R. M. de, Francisco, P. R. M., & Santos, D. (2015). Balanço hídrico e erosividade em função das mudanças climáticas no estado da Paraíba. Revista Brasileira de Geografia Física, 8(4), 1068-1084.

Medeiros, R. M. de, Francisco, P. R. M., Sousa, F. de A. S. de, & Santos, L. J. V. dos. (2012). Estimativa da erosividade da chuva no período de 1930-2010 no município de Bananeiras-PB como contribuição a agropecuária. Anais da Jornada Nacional da Agroindústria, Bananeiras, Brasil, 5.

Morgan, R. P. C. (2005). Soil Erosion e conservation. (3ª Ed). Oxford: Blackwell Science.

Nascimento, C. W. A., & Chaves, I. B. (1996). Erosividade e características da chuva correlacionadas com perdas de solo em Alagoinha–PB. Ciência Rural, 26(3), 407-412.

Panagos, P., Ballbio, C., Borrelli, P., Meusburguer, K., Klik, A., Rousseva, S., Tadic, M. P., Michaelides, S., Hrabalíkova, M., Olsen, P., Aalto, P. O., Lakatos, M., Rymszewicz, A., Duitrescu, A., Berguería, S., & Alewell, C. (2015). Rainfall Erosivity in Europe. Science of The Total Environment, 511, 801-814.

PARAÍBA. (1978). Governo do Estado da Paraíba. Secretaria de Agricultura e Abastecimento–CEPA–PB. Zoneamento Agropecuário do Estado da Paraíba. Relatório. UFPB-ELC.

Renard, K. G., Foster, G. R., Weesies, G. A., Mccool, D. K., & Yoder, D. C. (1997). Predicting soil erosion by water: a guide to conservation planning with the revised universal soil loss equation (RUSLE). USDA.

Roque, C. G., Carvalho, M. P., & Prado, R. M. (2001). Fator erosividade da chuva de Piraju (SP): distribuição, probabilidade de ocorrência, período de retorno e correlação com o coeficiente de chuva. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 25, 147-156.

Santos, C. N. (2008). El Niño, La Niña e a erosividade das chuvas no Estado do Rio Grande do Sul. Tese. (Doutorado), Programa de Pós-graduação em Agronomia, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

Silva, A. M. (2004). Rainfall erosivity map for Brazil. Catena, 57(3), 251-259.

Silva, V. M. de A., Medeiros, R. M. de, Francisco, P. R. M., Tavares, A. L., Patrício, M. da C. M., & Borges, C. K. (2012). Avaliação do índice da erosividade da chuva no município de Cabaceiras visando à captação pluvial. Anais do Simpósio Brasileiro de Captação e Manejo de Água de Chuva, Campina Grande, Brasil, 8.

Sousa, R. F. de, Barbosa, M. P., Sousa Júnior, S. P. de, Terceiro Neto, C. P. C., & Morais Neto, J. M. (2007).

Estudo da degradação de terras do município de Boa Vista-Paraíba. Revista Engenharia Ambiental, 4(2), p.5-13.

Wischmeier, W. H., & Smith, D. D. (1978). Predicting rainfall erosion losses: a guide to conservation planning. Washington, USDA. (Agriculture Handbook, 537).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Paulo Roberto Megna Francisco, Rayna Kelly da Silva, George do Nascimento Ribeiro, Paulo da Costa Medeiros, Ana Mary da Silva, Layane Carmem Arruda da Rocha

Revista Brasileira de Meio Ambiente | ISSN: 2595-4431

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn